Apex Legends é o novo jogo online, de battle royale, da Respawn Entertainment. O novo game foi lançado semana passada e já alcançou 10 milhões de jogadores em poucos dias. Apex Legends já pode ser colocado na lista de maiores lançamentos do ano, sendo um grande concorrente para jogos como Fortnite e PUGB.

O jogo se passa no universo de Titanfall, depois dos eventos de Titanfall 2. Nos famosos jogos Apex, heróis de todas as regiões vão para disputar o prêmio, dinheiro e glória. As partidas de Apex Legends possuem 60 jogadores, divididos em times com três pessoas. Os 20 grupos precisam eliminar uns aos outros até que só sobre um time de pé.

Semana passada escrevi um texto aqui sobre alguns personagens do jogo, mas ainda não tinha conseguido testar. Depois de um final de semana cheio de Apex Legends, tenho muitas impressões positivas e recomendo muito o jogo.

De acordo com declarações da Respawn, a ideia com Apex Legends era inovar o gênero de jogos battle royale, e eles conseguiram. Eles juntaram o melhor desse estilo, com o sistema de heróis característicos de jogos como Overwatch.

Apex Legends possui uma boa mobilidade, variação interessante de armas e um mapa com um tamanho razoável para o momento que o anel começa a fechar. Por enquanto, só temos um mapa disponível, mas com várias áreas para serem exploradas. Por mais que você não esteja em combate o tempo todo (o que inclusive é sábio nesse tipo de jogo), Apex Legends é dinâmico o suficiente para te manter entretido. É sim um jogo difícil de pegar o jeito, mas uma vez que isso acontece, é viciante. As partidas podem ser mais longas, ou curtas, dependendo dos times e do seu rendimento.

A comunicação é uma das sacadas mais interessantes. Um dos grandes problemas dos jogos online é a comunicação, seja por chat ou por voz. É muito comum que ocorram agressões e bullying durante as partidas. Apex Legends te permite mutar o chat inteiro ou um usuário específico. Caso prefira não deixar o seu microfone ligado, o sistema de ping funciona para praticamente toda a situação. O ping é um comando que faz seu personagem apontar coisas no mapa, passando a mensagem necessária e evitando o stress dos chats que muitos jogadores passam.

Talvez um dos maiores acertos de Apex Legends sejam as lendas, os personagens do jogo. Ter heróis em jogos online ajuda os jogadores a se relacionarem e se importarem com o universo. Por enquanto, são oito personagens, entre eles suportes, de dano, tanks e rastreadores. A Respawn já declarou que pretende lançar mais heróis, assim como outras novidades ao longo dos anos. Cada um possui habilidades específicas para cada estilo de jogo. O balanceamento das lendas é muito bom, tanto que nenhum deles é quebrado ao ponto de dar uma vantagem injusta. Algumas combinações são melhores que outras, mas qualquer uma pode funcionar, ao contrário de jogos como Overwatch, que a falta de um healer, por exemplo, pode afundar um time na partida.

Além disso, os personagens são muito diversos, como já comentei no texto da semana passada. De oito personagens, apenas um é um homem branco dentro do padrão (até onde sabemos). Os outros são negros, mulheres, LGBTQ+… Poucos jogos online se importam com essa diversidade, menos ainda em colocá-los na maioria dos seus personagens.

O jogo é gratuito e o jogador não precisa gastar qualquer dinheiro na sua performance. O dinheiro só é envolvido em cosméticos, como skins para os personagens ou para as armas, que também podem ser ganhadas aleatoriamente quando o jogador sobe de níve.

Apex Legends mostra muito potencial e já é bem divertido, promete formar uma comunidade e experiência muito boa ao longo dos anos. A Respawn está se focando em corrigir problemas agora, seguindo para as novidades depois. Apex Legends está disponível para PC, Xbox One e PS4 gratuitamente.