Quando eu comecei a me envolver com quadrinhos nacionais um dos quadrinhos que mais me chamou atenção foi Gata Garota, da Fefê Torquato. Parte eu sou uma grande apreciadora dos felinos (tenho duas em casa), mas também porque o clima noir do quadrinho junto com o humor sutil do quadrinho era o tipo de história que eu procurava na época. Ela também é um dos quadrinhos que eu mais presenteei amigos nos últimos anos – e isso é o tanto que eu gosto dele.

Gata Garota foi lançado pela Editora Nemo em 2015, mas criada em 2014 pela Fefê, que descreve o quadrinho assim:

“A série nos mostra as aventuras de uma “gato gente”, como se chama a sua espécie, que se vê repentinamente como líder da família, tendo que lidar com o legado do passado assim como os problemas do futuro.”

Uma das partes mais legais do quadrinho é exatamente a personalidade da Gata Garota. Ela, que é abertamente inspirada na Mulher-Gato, não possui só os a agilidade e destreza felina, ela também carrega as suas idiossincrasias: vai roubar o seu lugar no sofá caso você se levante, ignorar a sua conversa para brincar com uma barata e até a mania de se lamber na frente dos outros (algo que ela sempre tenta evitar).

Aperta na imagem e vai ler o volume 1 no tumblr oficial!

No quadrinho de 2014/2015 é também engraçado ver a Gata Garota, e a sua família, interagir com o namorado humano dela. O rapaz, além da Gigi, precisa lidar com uma família que é tão bizarra quanto extremamente fofa e amassável.

Depois de um hiato de três anos, agora a Fefê decidiu voltar ao mundo da Gata Garota e trazer mais uma história peluda e noir para o mundo. Para isso ela está pedindo o nosso apoio e com recompensas muito bacanas e com a cara da Gata Garota.

Você pode começar com 2 reais e receber desde ronrons até lagartixas e baratas – tudo isso, claro, são maneiras divertidas de se referir à recompensas que cada valor de apoio recebe.

Eu acompanho o trampo da Fefê faz anos já, e ela é aquele tipo de artista que tem gosto não só por desenhar, mas também por interagir com o público que acompanha o seu trabalho. Tanto no seu instagram, quanto no twitter, é possível ver seu trabalho e ela também fala muito sobre o processo de criação – algo que, eu imagino, vai ficar ainda mais forte no instagram reservado para os apoiadores do projeto!

Eu sou super fã do trabalho da Fefê, e adoro acompanhar o seu processo criativo pelo instagram. Acho incrível o modo como ela trabalha o espaço negativo na imagem, todo o trabalho com Nanquim e no vídeo de anúncio do apoia-se você consegue ver um pouco do trabalho minucioso que é criar a Gata Garota. 

Particularmente, eu tô na ponta da cadeira esperando o próximo volume do Gata Garota. Uma das coisas mais legais do quadrinho é exatamente a habilidade de misturar o universo dos gatos com o dos humanos de uma maneira inovadora. Não é só uma super-heroína que consegue pular e tem unhas grandes – ela realmente é uma gata, dos ronrons às crises raivosas. E eu quero muito ver tanto “de onde” vem como “para onde” vai essa história.

Mas porque optar por um financiamento coletivo mensal e não apenas quando o próximo volume do Gata Garota estiver finalizado e pronto para lançar?

Porque trabalhar em um quadrinho requer tempo e dedicação e, como a gente sabe, tempo é dinheiro. E assim como muitos dos artistas em financiamento coletivo que irão passar por aqui, a Fefê também trabalha com ilustração e outras áreas porque, por mais que a gente os ame, é muito difícil um artista independente viver só de quadrinhos. A maioria dos artistas independentes brasileiros não vive de fazer quadrinho, esse é aquele sonho maravilhoso, saca?

Além disso, muita gente não vê, mas fazer quadrinhos é também um rolê profissional, foram anos estudando e aperfeiçoando para que a gente consiga apreciar a histórias que estão sendo contadas por essas pessoas. Ao decidir apoiar mensalmente o trampo de uma artista você está permitindo que ela desenvolva esse trabalho com mais tranquilidade, sem precisar, por exemplo, se atolar de freelas para bancar as horas em que trabalha no projeto autoral.

Então seja com 2 reais, ou mais, você pode ir agora até o Apoia-se e apoiar o trabalho dessa Gata Garota incrível! Para ler o primeiro volume da Gata Garota, você pode ir até o tumblr ou comprar a edição impressa da Editora Nemo.

O nosso plano é sempre trazer projetos novos de financiamento coletivo, sejam eles contínuos ou por projeto. Então fica ligado nas próximas semanas!

Até mais! 😉