[ERRRATA]
Horas após a publicação desta matéria, nós recebemos mais um e-mail da organização do evento, informando que, na verdade, 62% do público é composto por homens. Mulheres são 38%.

Apesar de não sermos a maioria absoluta dos consumidores, 38% não é um público a ser ignorado – é um público em crescimento. Segundo pesquisa realizada na Inglaterra, tanto meninas como meninos querem ver mais mulheres protagonistas! Ou seja, temos muita força agora, e continuaremos tendo ainda mais no futuro!
[FIM DA ERRATA]

 

BOA TARDE GAROTAS TUDO BEM?

É com esta notícia que eu venho lhes dizer que sim, nós somos a maioria dos consumidores de cultura pop no Brasil.

De acordo com a pesquisa Geek Power, realizada pela Omelete Company, com cerca de 12 mil pessoas através das redes sociais, é liberada hoje na CCXP Unlock, onde mulheres são 62% do público consumidor de cultura pop no país.

  • Perfil do geek
    Gênero
    62% feminino
    52% do público possui entre 18 a 29
    41% pertencem as classes A e B
    42% possuem ensino superior 49% praticam esportes, sendo os mais praticados: Corrida, Futebol, Triathlon

 

  • Dados de consumo
    87% usa a internet pra se divertir
    42% enquanto tá acordado tá on LINE
    63% gastam mais de R$ 100,00 com entretenimento mensalmente
    84% do público geek consomem cultura pop todos dias
    95% assistem mais de 3 filmes por mês
    Bebidas que geeks/nerds consomem mais: água, suco, refrigeração

Por que isso importa? Porque a partir de agora as marcas que insistirem em ficar exclusivamente em uma produção voltada pra o público masculino – e minoritário – vão distanciar-se de uma imensa parcela do público. E, como já se sabe, se eu me vejo, eu consumo. Ou seja, ou se produz conteúdo que inclua e dê protagonismo para mulheres, ou elas não consumirão.

A pesquisa não faz recorte de sexualidade ou etnia, mas já é um bom começo para entendermos o público do qual fazemos parte, e o tipo de cobrança que podemos – e temos o poder – de fazer.