Quantas vezes você já não se deparou com um pôster de filme ou série em que a tudo que se vê de uma mulher são os seios, as pernas ou a bunda. Eu lembro que desde nova, quando assistia As Meninas Super Poderosas, me incomodava a secretária do prefeito estar sempre sem cabeça.

The Headless Women of Hollywood”, “As Mulheres sem cabeça de Hollywood” numa tradução literal, é um projeto que possui um tumblr e um instagram exatamente. Encabeçado por Marcia Belsy, uma comediante Stand-up, ele pretende trazer à tona a discussão de como o design de propaganda de produtos culturais constantemente amputa a cabeça, ou outras partes do corpo, de uma mulher. O problema com esse tipo de pôster é que ele sugere que mulheres não possuem valor além do seu corpo como objeto sexual, diminuindo-as à objetos para o deleite masculino.

Como o site do projeto explica:

Ao decapitar essas mulheres, ou fragmentar os seus corpos em descontextualizadas partes sexuais, ela se torna um inquestionável objeto para o male gaze. A questão do seu consentimento é removido completamente, junto com a sua cabeça, e o seu propósito se torna somente o de ser obedientemente olhada por homens. Seu valor está apenas no seu apelo sexual ao homem, não em sua humanidade.

O projeto já reuniu uma quantidade bem grande de exemplos, vale a pena passar no site (com comentários hilários) para dar uma olhada (ou no instagram). Mas eu separei algumas para mostrar de exemplo para vocês.

Nem mesmo ser adolescente and uma heroína te livra de ser reduzida à pernas.
O filme é sobre a história de vingança da moça da capa – ela foi estuprada. Ainda assim acharam uma boa idéia esse pôster.
Super-heroína? Sim. Sem cabeça? Why not?
A MADONNA tá nos nomes em destaque – que tem DUAS MULHERES – mas imagina se os homens não quiserem assistir ao filme? Bota só as pernas mesmo.
¬¬
Além de ser de péssimo gosto, isse é só um photoshop mal feito mesmo.
Em defesa do pôster, eu também não ia querer a minha cara num filme desses.
Por último, um pôster para quebrar todos os outros. 😉

Até mais!