Com o lançamento de Capitã Marvel, o primeiro filme solo de uma super-heroína da Marvel no MCU, veio também a onda de machismo e misoginia. E como já estamos acostumadas, veio também aquela pergunta cheia de uma defesa que mais parece um ataque:

“Mas só porque eu sou homem não posso criticar Capitã Marvel?”

Pensando nisso eu resolvi fazer um vídeo bem didático, explicando quem pode criticar (spoilers: todo mundo), e também levantando os pontos onde muita gente pode não perceber, mas em que o machismo e a misoginia internalizados na gente (homens e mulheres) pode prejudicar a nossa visão do filme.