Prepare-se para a estreia da melhor coluna de toda a internet!

Sim, aqui nós trabalhamos com spoilers.

No fim de 2016 muita gente falou sobre Yuri on Ice, o anime que apareceu do nada e conquistou o coração de inúmeras pessoas, inclusive algumas que nem são fãs desse gênero de anime. Produzido pelo estúdio MAPPA, Yuri on Ice, como o nome indica, conta a história de Yuri Katsuki, um patinador de gelo que não está nos seus melhores momentos, muito pelo contrário. No primeiro episódio, Yuri é gravado escondido patinando usando técnicas de Victor Nikiforov, um dos melhores patinadores do mundo e ídolo de Yuri.

O vídeo vaza na internet e várias pessoas assistem, incluindo o próprio Victor. Como estamos falando de um anime, o patinador russo acha uma boa ideia ir até o Japão para encontrar Yuri. Não só isso, Victor se oferece para treinar Yuri, entrando na próxima competição não como patinador, mas sim como técnico. E assim começa a história de um dos ships mais maravilhosos dos animes.

Ele já começa certo porque a primeira cena dos dois é digna das melhores fanfics que você leu na vida. É claro que a família de Yuri é dona de algumas termas no Japão, que dá a chance perfeita de Victor aparecer lá da forma mais fanservice possível. Se o primeiro episódio já é assim, o resto só pode melhorar.

Quer um pouco mais dos melhores momentos dos dois? Yuri on Ice tem direito a cena de beijo, enquanto o casal cai na pista de patinação com TODOS olhando! Pedido de casamento? Teve também. Quase término? É lógico, precisa dar fonte de drama para as fanfics. E todos os momentos fofos de ship possíveis.

Brincadeiras a parte, não é só pelo fanservice que o ship é maravilhoso (apesar disso ajudar). Vamos começar pelo fato dele ser canon. Nem todo o ship é canon, e nós que estamos acostumados a shipar, procurar fanfic e fanarts, sabemos bem o que é shipar algo que nunca vira canon, ou pior ainda, que nós sabemos muito bem que não vai dar certo, mas torcemos mesmo assim.

E tudo bem, nós superamos um casal que não conseguiu ficar junto na ficção, vida que segue. Mas existe uma constante, que vai além dos ships, que é o casal LGBT+ nunca ficar junto. Às vezes o ship só acontece por parte dos fãs, ou acontece o famoso queerbaiting feito pelos criadores. Nós estamos mais do que acostumados a ver casais LGBT+, por mais perfeitos que possam ser juntos, ficarem separados por qualquer motivo. Porque sim, esse tipo de representação ainda é um problema.

Quem acompanha anime provavelmente vai lembrar de algum exemplo de um casal que obviamente era LGBT+, mas o anime colocava como melhores amigos ou deixando apenas nas entrelinhas. Isso quando o personagem LGBT+ não é punido e ridicularizado por ser do jeito que é.

Então sim, no caso de um anime que teve tanto alcance como Yuri on Ice, uma das melhores partes é ele ser canon. São dois homens que, nas mãos de outros escritores, seriam melhores amigos, até começariam a se ver como irmãos. Mas Yuri on Ice não teve medo de mostrar que sim, quando dois homens convivem muito e começam a criar uma relação de carinho, afeto e cumplicidade, pode ser que eles acabem virando um casal sim.

A primeira temporada do anime tem 12 episódios e, ao longo de todas as etapas da competição, vemos essa relação crescendo aos poucos. De treinador e competidor, Yuri e Victor vão virando amigos, cúmplices e, no episódio sete, as coisas ficam ainda mais lindas com a cena de beijo na frente de todo mundo. Esse coração shiper gritou sim ou com certeza?

A relação deles não é perfeita, às vezes eles escondem o jogo, são grossos um com o outro e machucam mesmo sem terem a intenção. Tem até os momentos clássicos em que nós prendemos a respiração achando que eles podem se separar. Mas é isso que, para mim, deixa tudo mais lindo. A naturalidade com a qual o relacionamento deles é mostrado, que não devia ser tão surpreendente na verdade, mas nesse caso é. Animes tem um longo histórico de representação de relacionamentos abusivos, ainda mais quando esses casais saem do padrão de alguma forma, então ver Yuri e Victor dando certo, como um ship canon, é muito animador.

Não sabemos ainda se vamos ganhar uma segunda temporada (POR FAVOR NUNCA TE PEDI NADA!!!), mas o número de fanfics por aí ajuda quando o espírito da fangirl ataca.

Yuri x Victor é, atualmente, um dos casais da ficção que mais me deixa feliz. A Shipmancer aprova este ship.