O BBB20 (e o programa de maneira geral) me parece uma ótima forma de estudar como narrativas podem dar voltas, mudar completamente e se transformarem. Um dos assuntos que prova isso é como as “fadas sensatas” do começo do programa, que denunciaram um ato de machismo, se mostraram defensoras de um feminismo branco, sendo racistas com o único homem negro da casa.

Primeiro, é importante pontuarmos o que é esse tal de “feminismo branco”. Esse é um termo usado para feministas brancas que não fazem recorte de raça e classe em seus discursos. Não dá para ter uma discussão real e relevante sobre feminismo sem considerar que nem todas as mulheres ocupam o mesmo lugar na nossa sociedade. Mulheres brancas possuem privilégios que mulheres negras não têm, exatamente por serem brancas. A experiência das mulheres são diferentes por conta do tratamento da sociedade, e não avaliar isso é algo que muitas feministas brancas fazem ao ignorar outras intersecções em seus debates e reflexões.

E você pode se perguntar: O que isso tem a ver com o BBB20?

Como comentamos há algumas semanas, o BBB20 teve um caso bem óbvio de machismo, onde alguns homens da casa planejaram seduzir as mulheres famosas com relacionamentos fora do programa, assim sujando a reputação delas. Marcela foi a participante que mais “ganhou” com essa briga. Ela e Gizelly falaram sobre o plano para as outras mulheres e se tornaram as favoritas do programa. Principalmente Marcela, que foi vista como a “fada sensata”, tanto que vários cartazes que foram para a casa de vidro falavam sobre ela.

Resultado de imagem para daniel ivy bbb20

Quando Daniel e Ivy, participantes da casa de vidro, entraram no programa, eles falaram sobre “Marcela estar certa”, fazendo com que ela virasse um destaque na casa e fora, para o público. Se o programa tivesse acabado naquelas semanas, ela provavelmente teria ganhado. Porém, como aprendemos assistindo BBB, os favoritos e vilões mudam em questão de dias.

Para entendermos isso, é importante falarmos do grande alvo do racismo do BBB20: Babu. O ator está há semanas recebendo votos da casa para ir ao paredão porque, segundo os participantes, ele é “difícil de conviver”, “muito grosso” e que elas têm “medo de falar com ele”. A maioria desses comentários são de Marcela, Ivy e Daniel, os três são brancos e se posicionaram contra o machismo de Hadson e Lucas. O último conflito que Babu teve por conta de comida, uma das maiores acusações dos outros participantes, aconteceu há cerca de duas semanas, e a última briga em que ele levantou a voz foi depois que Daniel o chamou de idiota. Além disso, houve outro episódio em que Marcela distorceu os fatos, dizendo que Babu tinha sido grosso com Daniel, sendo que ele estava brincando com o Prior, sua maior amizade na casa e a única pessoa (além de Thelma) com quem Babu consegue conversar sem ser julgado.

O grande problema é que todos esses ataques contra Babu são de cunho racista, mostram uma seletividade na hora dessas mulheres feministas fazerem seus julgamentos. A maior prova disso é Daniel. Muito amigo de Ivy e agora casal com Marcela, Daniel perde estalecas desde o momento em que entrou no programa (estalecas são a moeda do programa, com as quais os participantes compram comida). Isso é algo que pode se tornar tão sério que Lucas, entre outras coisas, foi eliminado por não dar nenhuma estaleca para a compra da casa. Daniel perde estalecas constantemente, esquecendo o microfone, fazendo coisas que todos sabem que não pode, como olhar a área restrita para a produção do programa dentro da casa…

Resultado de imagem para babu bbb20

Porém, todos esses erros de Daniel não são vistos como algo que é “difícil de conviver”, Marcela e Ivy passam a mão na cabeça dele, como se nada tivesse acontecido já que não sentem “maldade” nele. Até Pyong e Manu se mostram dispostos a entender Daniel, porque “ele é mais novo”, mas Gizelly e Rafa já parecem estar cada vez mais cansadas dessas atitudes.

A questão é que Daniel pode cometer todos os erros que ele quiser, basta um pedido de desculpas que ninguém vota nele, ele está há semanas sem qualquer voto no domingo para ir ao paredão. Já Babu, cometendo erros com menos frequência e pedindo desculpas, é sempre julgado como um monstro. A diferença entre Daniel e Babu é que, além do primeiro ser mimado e não se importar com consequências, é que Babu é negro e, portanto, é vítima de racismo por conta das “fadas sensatas”.

Do que adianta o feminismo sem falar de racismo? Do que adianta se impor contra uma atitude machista, mas perpetuar pensamentos e falas racistas? Muitas pessoas do público já estão prevendo que Thelma, a única mulher negra da casa, será a primeira a ser descartada pelo grupão composto pelas “fadas sensatas”. O próprio Babu já tinha desabafado para Thelma sobre o jeito que Marcela olhava para ele.

Resultado de imagem para ivy bbb20 daniel marcela

Outro exemplo dessa injustiça vem do próprio público, que parece muito mais disposto a perdoar Prior, mesmo tendo um passado bem machista na casa, do que Babu, que defendeu as mulheres durante a briga com Hadson, tentando educar os caras sobre como o que estava acontecendo era machista. A torcida do Prior só cresce, enquanto Babu fica como secundário e segue sendo muito votado dentro da casa, mesmo por aqueles que estão dispostos a ver um outro lado do Prior.

Ao menos boa parte do público está vendo como Daniel e Marcela estão sendo racistas e, de favorita, Marcela caiu para praticamente vilã dessa edição. Sim, é mais fácil para Daniel e Prior conseguirem uma “redenção” no BBB do que Marcela, por conta do machismo enraizado, mas isso não justifica as falas racistas que ela e Ivy estão tendo quando falam sobre Babu.

Depois do dia internacional das mulheres, acho que precisamos levar em consideração: Do que adianta o feminismo de mulheres brancas se ele é racista? Isso também vale para outras opressões. Do que adianta o feminismo se ele é homofóbico ou transfóbico? As intersecções sociais afetam sim o espaço das pessoas na sociedade e feministas brancas precisam estar cientes disso em suas análises e julgamentos.

Sobre o Autor

Escritora, roteirista, blogueira e freelancer. Determination ♡

Visualizar Artigos