Ontem foi anunciado que a cantora Halle Bailey será a atriz que fará Ariel no live action de A Pequena Sereia, a próxima princesa da Disney que ganhará uma nova versão no cinema. No Twitter, a cantora disse que esse é um sonho que está se tornando realidade.

O live action será dirigido por Rob Marshall, que também dirigiu Chicago e Mary Poppins Returns. A produção do filme deve começar em 2020.

Halle Bailey faz parte da dupla Chloe x Halle, que ficaram famosas por causa de seus covers das músicas da Beyoncé no Youtube. Hoje, a dupla já chegou a fazer a abertura de Beyoncé na tour Lemonade. Elas também atuam na ABC no spinoff Grown-ish.

Ao que tudo indica, Halle Bailey tem tudo para ser uma grande Ariel, muitas pessoas não a conheciam antes do anúncio e ficaram impressionados com a sua voz. Mas como estamos na era da internet em um mundo racista, enquanto alguns ficavam empolgados com a escolha, outros falavam que ela não devia ter sido escolhida para ser a Ariel por ser negra.

De acordo com algumas pessoas, os live actions da Disney têm sido fiéis aos desenhos originais, portanto a Ariel devia ser ruiva e branca, para se encaixar melhor com o desenho. O que é no mínimo algo muito simplista, mas que nós sabemos bem que é uma base racista da sociedade de pensar.

A grande maioria das princesas da Disney são mulheres brancas. Cinderela, Bela, Aurora, Branca de Neve… A própria Ariel, que é uma das mais lembradas. Nós temos apenas uma princesa negra, Tiana, que veio muitos anos depois. Não há nada de errado em escolher uma atriz que seja fisicamente diferente que a Ariel “original”, ainda mais considerando que, nesse caso, vai trazer uma inclusão de diversidade para a Disney que a empresa não tem geralmente.

Outra coisa que vale lembrar é que, quando um casting é feito, a aparência física não é um dos pontos principais para avaliar se o ator é qualificado. Nós sabemos que, infelizmente, a indústria do cinema favorece pessoas dentro do padrão de beleza (que é um padrão racista), mas a aparência física não pode ser a questão. Halle Bailey é uma cantora, Ariel tem algumas das músicas mais marcantes das animações da Disney, só isso mostra que a escolha teve consideração em ser fiel ao que realmente importa para a história de A Pequena Sereia.

Escolher uma atriz negra para fazer uma personagem branca é completamente diferente de escolher uma atriz branca para fazer uma personagem negra. Porque a nossa sociedade é racista e exclui pessoas negras da mídia de maneira geral. Então enquanto o primeiro caso é inclusão, o segundo é exclusão.

Sem contar que é muito importante pensar em quantas meninas negras vão se ver representadas na princesa Ariel do live action. Isso importa, porque se ver representado de uma forma boa importa. É muito legal que o casting tenha pensado fora da caixa e buscado diversidade na sua escolha.

Ainda não sabemos muito sobre a produção do live action, porém eu já estou muito ansiosa para ver Halle Bailey como Ariel.