Neste sábado, dia 22 de junho, vai rolar a primeira Poc Con em São Paulo! Além do evento em si, vão ter várias mesas de debate rolando ao longo dessa semana e no dia 22 em si. E claro, o nosso amado beco dos artistas, com muita coisa incrível para vocês verem! Nós do Nebulla vamos participar de parte da programação também.

Debate sobre feminismo e questões de gênero nos quadrinhos e na cultura pop.
Local: Galpão Casa 1
Rua Adoniran Barbosa, 151 – São Paulo – SP
Horário: 19h
Mediação: Clarice França (do site Nebulla)
Participantes:
Lovelove6
Monique Moon
Ana Cavalieri
Diane Araújo
Screwp (Bruna Mayumi e Marcella Prado)

Representatividade negra nos quadrinhos e na cultura pop.
Local: Galpão Casa 1
Rua Adoniran Barbosa, 151 – São Paulo – SP
Horário: 19h
Mediação: Andreza Delgado (PerifaCon)
Participantes:
Johncito
Flávia Borges
Nina Satie
Marco ByM

Quebrando os padrões de gênero e o binarismo nos quadrinhos e na cultura pop.
Local: Galpão Casa 1
Rua Adoniran Barbosa, 151 – São Paulo – SP
Horário: 19h
Mediação: Paula Ferreira (Tudo nada a ver)
Ellie Irineu
Yuri Amaral
Alice Pereira Pequenas Felicidades Trans
Camila Abdanur

Artistas que trabalham com desenhos animados produzem conteúdo para o público infanto-juvenil conversam sobre mercado de animação e suas experiências.
Mediação: Leonardo Cesar
Artistas: Heitor Pinheiro da Costa, Bela Nogueira, João Godoy, Vitor Moura

Link para inscrição – https://forms.gle/Qo4vm3AKtTfhyLdV7

Palestra de Dani Marino do site MinasNerds sobre como os quadrinhos podem ser uma ferramenta para combater o preconceito.

Dani Marino é Mestra em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e pesquisadora de Quadrinhos. Integrante do Observatório de Quadrinhos da ECA/USP e da Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial – ASPAS, também tem graduação em Letras, com habilitação Português/Inglês. Dani Marino faz parte do MinasNerds, uma iniciativa criada para ampliar a voz e representar as mulheres no mundo geek e nerd.

Link para inscrição – https://forms.gle/Y5CEk17vSheueHqM6

Um bate-papo com Laerte Coutinho, um dos maiores nomes do quadrinho brasileiro que levou as questões de identidade de gênero para a mídia e o grande público.

Lenda-viva dos quadrinhos nacionais, Laerte Coutinho começou a publicar na década de 1970 e fundou junto com Luiz Gê a revista Balão. É muito conhecida por suas charges políticas e tirinhas de humor para a Folha de SP e pelas saudosas revistas Chiclete com Balão, Geraldão Piratas do Tietê, Circo que fez junto com os grandes Angeli e Glauco pela Circo Editorial de Toninho Mendes. Também já foi roteirista e apresentadora de televisão e protagonista do curta Vestido de Laerte e do documentário Laerte-se de Eliane Brum e Lygia Barbosa.

Desde o início dos anos 2010, Laerte passou a se identificar como transgênero e tem colocado as pautas de identidade de gênero sob os holofotes da mídia e do grande público.

Mediação de Luiza Lemos, autora de Transistorizada

Link para inscrição – https://forms.gle/ZN4H9uNdvgJ8KXaAA

Uma conversa com o artista Gabriel Picolo sobre a experiência de trabalhar para o mercado estrangeiro.

Gabriel Picolo ficou famoso por conta de suas fanarts de Jovens Titãs e já desenvolveu projetos para a DC Comics, Blizzard, BOOM! Studios, Harper Collins e DeviantART. Recentemente, ele bateu todos os recordes de financiamento coletivo para histórias em quadrinhos com sua HQ “Icarus and the sun” que arrecadou quase U$ 600.000,00 (mais de dois milhões e trezentos mil reais) para ser viabilizada.

Mediação: Germana Viana autora de Lizzie Bordelo e os piratas do espaço, As Empoderadas, Gibi de minininha entre outros

Link para inscrição – https://forms.gle/z3adHJeCV4SwbXM3A

Um bate-papo sobre como começar a criar quadrinhos com conteúdo LGBTQ+
Mediação: Clarice França
Artistas: Sasyk (Letícia Robini), Helô D’AngeloTalles RodriguesMotoKa.

Link para inscrição – https://forms.gle/XwhcbV12XPe5Xkao7