Não, você não precisa ser produtivo nesse período de quarentena, e só isso poderia encerrar esse assunto. Mas eu sei que nós nos sentimentos pressionados a continuarmos usando o nosso tempo da melhor forma possível. Afinal, a vida não para e o mundo também não, tudo vai voltar ao normal depois que a quarentena passar. Então precisamos continuar produzindo, certo?

Bem, não exatamente. Sim, muitos de nós ainda estão trabalhando, seja na própria empresa (porque os patrões não liberaram seus funcionários), seja no home office. Outras pessoas estão arrumando inúmeras formas de seguir ganhando dinheiro, afinal as contas e os boletos não vão parar por conta da quarentena.

Porém, essa produtividade da qual estou falando é aquela que vai além desse “horário de trabalho”. Como artista, é uma sensação com a qual eu lido com alguma frequência. Todo o tempo livre que eu tenho, eu me sinto culpada por não estar estudando, treinando a minha escrita ou trabalhando em algum projeto. Entre muitas das opções que estão aparecendo aí sobre o que fazer na quarentena, algumas são cursos e livros gratuitos, que são mesmo uma ótima opção. Mas você não precisa aproveitá-las.

Nós estamos em uma situação complicada. Não só estamos enfrentando uma pandemia de corona vírus, mas além de tudo temos um presidente completamente despreparado para lidar com a situação atual, que está indo contra as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) achando que estamos passando por uma “gripezinha”.

Não é uma gripezinha, nós temos inúmeros infectados e mortos ao redor do mundo. Não queremos criar um estado generalizado de pânico, mas sim um em que as pessoas entendam que elas precisam tomar cuidado, porque mesmo que elas não sejam afetadas diretamente pelo vírus, elas podem transmitir para alguém que seja do grupo de risco.

É óbvio que essa situação atual, junto com o isolamento que muitos estão passando, principalmente os que moram sozinhos, é algo que não é fácil de lidar. Há ainda também aqueles que estão trancados em casa com pessoas com as quais não se dão bem. Então sim, é uma situação que pode fazer com que, no nosso tempo livre, nós não queiramos nem tenhamos energia de fazer nada produtivo. Nem sempre queremos fazer cursos ou aprender algo novo, para não estarmos “atrás” quando a pandemia passar.

A sociedade capitalista tem uma forma específica de ver essa pandemia. Olhando através de uma ótica maior, vemos isso a partir do momento em que empresários acham que seus trabalhadores precisam continuar seus serviços, caso contrário devem ser mandados embora, colocando suas vidas em risco. O presidente do Brasil acredita que a possibilidade de morte de pessoas é algo menor do que manter a economia girando, uma economia que o favorece, por que honestamente, a quem a nossa economia tem servido nos últimos meses?

Olhando de um ponto de vista mais focado no cotidiano das pessoas, a pressão da produtividade capitalista aparece nesses momentos. Depois de já termos trabalhado, ou feito tudo o que precisávamos, ainda achamos que, por termos um tempo livre, precisamos fazer ele render de alguma forma produtiva. O que esquecemos nessas horas é que descansar, fazer algo apenas para relaxar a mente, como jogar um videogame, ver uma série ou um reality show, também é uma forma de melhorar a produtividade e, acima disso, a nossa qualidade de vida.

Todo mundo tem o direito de fazer algo que gosta, só porque sim. É, a vida joga nas nossas costas inúmeras obrigações e não está fácil para ninguém, mas se levar até o limite da produtividade não só piora o seu desempenho, porque você estará exausto, como é ruim para a sua saúde, física e mental.

E acho que essa é uma das grandes questões que estamos vendo nesses dias, né? Como a sociedade capitalista coloca todo o nosso valor na nossa produtividade, independente das nossas vidas além disso. O nosso próprio governo está colocando o peso do que nós produzimos acima da nossa saúde, acima do perigo de uma pandemia que pode matar pessoas, como vimos acontecer na China, Itália e Espanha. Se nossas vidas não produzem nada, então elas são descartáveis?

Por isso, no tempo livre da quarentena, gaste-o da maneira que você tiver vontade. Sim, pode ser produzindo ou estudando, se é isso que você quer, até porque para muitos isso ajuda a distrair a mente e não ficar preocupado. Mas, se você só quer aproveitar para dormir, faça isso. Às vezes não temos escolha, mas quando temos, não precisamos escolher baseado em uma obrigação de produtividade que enfiaram na nossa cabeça. Nós podemos descansar sem culpa, tá tudo bem.

O importante nesse momento, acima de tudo, é nós cuidamos.

Sobre o Autor

Escritora, roteirista, poledancer nas horas vagas. Determination ♡

Visualizar Artigos