Nas últimas semanas, uma série não saiu da boca do público: WandaVision. A primeira série original da Marvel no Disney+ foi o maior sucesso. Sexta-feira era o dia que todo mundo sabia que devia tomar cuidado com os spoilers na internet, porque todos já queriam ver o que aconteceria no próximo episódio da sitcom de Wanda e Visão. Para muito além do que uma brincadeira com sitcoms, WandaVision estabelece o começo de uma nova fase na Marvel.

Este texto não tem spoilers da temporada.

Nós estávamos bem curiosos para saber o que WandaVision ia nos entregar. Nós sabíamos que não era só uma sitcom divertida, ainda mais com a morte de Visão em Vingadores: Ultimato. E quem leu os quadrinhos esperava que a série fosse mostrar como o MCU seguiria, com outros conflitos e outros personagens com mais destaque, ainda mais depois da despedida de Homem de Ferro e Capitão América.

We Live in the World of “WandaVision” | The New Yorker

Ao longo dos primeiros episódios, vemos Wanda e Visão vivendo uma vida “ideal”, onde eles estão casados, em uma casa confortável e até formando uma família, enquanto convivem em paz com seus vizinhos. Tudo parece ótimo, mas nós sabemos que tem uma reviravolta chegando aí, porque não tem como isso ser possível com tudo o que o Thanos fez no final da última fase do MCU.

WandaVision tem muitos elementos positivos. É uma série que consegue manter uma estabilidade de qualidade na maior parte das cenas e dos episódios. A estética de sitcom funciona muito bem, e a produção da série consegue quebrá-la quando precisa que o clima fique mais sério, seja para mostrar que tem algo errado ao redor de Wanda, seja para fazer alguma revelação que pretende deixar o público chocado. Além disso, os episódios dificilmente chegam em uma hora de duração, o que ajuda a deixar a narrativa mais fluida e sem coisa a mais desnecessária.

A série apresenta muitos personagens que, ao que tudo indicam, serão importantes para os próximos passos do MCU, mas o desenvolvimento de personagem realmente brilha quando focam em Wanda e Visão. Em algumas cenas muito bem feitas, outras nem tanto, nós entendemos as motivações e os traumas que levaram Wanda a ser quem é hoje, e também como é complexa e profunda a relação dela com Visão. Não é à toa que várias pessoas que nem shipavam os dois durante os filmes, acabaram shipando depois da série.

Ao longo dos episódios, nós vemos Wanda passando por todas as etapas do luto, de lidar com suas perdas. Não só o trauma durante Vingadores: Ultimato, mas também toda a tragédia que teve que enfrentar em sua vida, desde que era criança. Em Era de Ultron, nós temos poucas informações sobre Wanda e Pietro, principalmente sobre os poderes dela, e felizmente WandaVision conseguiu explicar algumas coisas que o público do MCU não necessariamente teve acesso.

WandaVision, episódio 3: data de estreia e spoilers

Do ponto de vista de narrativa e mensagem, WandaVision consegue entregar episódios emocionantes, trazendo elementos importantes para os protagonistas e oferecendo uma história satisfatória sobre luto, perda e encerramento de ciclos. Não é fácil, é um processo árduo e que nem sempre queremos encarar, mas só quando aceitamos a verdade é que podemos seguir em frente. Infelizmente, o processo de cura é instável e às vezes envolvemos outras pessoas, nem sempre de uma maneira boa. Mesmo com as mensagens pesadas, a série consegue se manter divertida pela maioria dos seus episódios. Por isso que muitas das músicas e frases apresentadas ainda vão ficar no imaginário de fãs da Marvel por um bom tempo.

Mas nem tudo são flores em WandaVision. Por mais que tenhamos vistos algumas revelações interessantes, e novos personagens que prometem, alguns deles não foram para lugar nenhum nessa temporada. Esses personagens e essas pontas soltas ainda podem ser usadas em outros lugares do MCU, e WandaVision podia ter só a intenção apenas de apresentar esses elementos, mas infelizmente eles não foram para lugares tão interessantes nessa primeira temporada como poderiam.

Além disso, os personagens da série que ocupam papéis de vilões em algum momento não parecem ser tão ameaçadores, quando coisas menores ou até inevitáveis da história. Não é sempre que a Marvel acerta nos vilões, e quem leu os quadrinhos também esperava outras possibilidades, mas nesse caso eles podiam ter feito melhor. Por mais que tenha sido legal ver alguns dos elementos novos, se eles não levam para lugar nenhum, não tem porque eles aparecerem.

Mesmo com alguns elementos que não funcionam direito, WandaVision tem bem mais pontos positivos do que negativos, e entrega para os fãs do MCU mais do que se propôs. Essa série também deixa boas expectativas para a próxima fase do MCU, e nos faz criar teorias sobre os personagens que foram apresentados. WandaVision não é super inovador, mas diverte, entretém e passa a mensagem necessária para o público. Com certeza é algo que os fãs precisam assistir, mas se você não acompanha o MCU e começar por WandaVision, você talvez não entenda tudo que acontece de primeira.

Sobre o Autor

Escritora, roteirista, poledancer nas horas vagas. Determination ♡

Visualizar Artigos